quarta-feira, 2 de março de 2011

Depois da chuva...

Após...

Descoberta sua existência
Revelado tudo que há em ti
Com sua ausência
Conheço tua falta
Admito...
Não seria mais capaz de viver (feliz) sem você
Porém... aceito!
Mas confesso
Não compreendo
Que ao teu lado
Eu não posso...


Ps: Se todo amor fosse possível... não existiriam poetas...!
      Se os corações não fossem capazes de se refazerem... a
      palavra "recomeçar não teria sentido algum...!

27 comentários:

Xipan Zéca disse...

Sil...
E é impressionante como todos os poetas falam da mesma coisa e nunca essa coisa fica fora de moda... !!

Lindo ...

Deusssssssssskiajude
Beijo tatto

Daniel Savio disse...

Mas o amor existe, as vezes nós que o complicamos demais...

Fique com Deus, menina Silene.
Um abraço.

Jão disse...

Querida Sil,

todo amor eu acredito ser possivel, acho que tem a ver com pessoas em mesma sintonia ou não

Beijos moça

Ta fazendo falta no MSN!

Sil Villas-Boas disse...

Cada vez surpreende-me com teus devaneios poéticos. Maravilhosos, sempre.
Bjusss
Sil

Elaine Castro. disse...

Sil,
Quem disse que tem que falar muito para externar o que se sente, em poucas palavras conseguiu traduzir o que muitos e muitos sentem. Nossa mola propulsora, e inspiração para muitas poesias, o Amor às vezes não é possível, acontece, mas quem sabe é porque outro Amor está por vir?
O coração muitas vezes nos engana.

Beijos.

Andre Mansim disse...

Se todo amor fosse possível... não existiriam poetas...!
Se os corações não fossem capazes de se refazerem... a
palavra "recomeçar não teria sentido algum...!

Puxa Sil, que frase linda hein... O poema todo também...
Vc é minha poetiza preferida!!!

ValeriaC disse...

Lindo poema...captou a realidade de muitos...e claro, motivo de inspiração para todos os poetas...
Beijinhos
Valéria

Dario Dariurtz disse...

Olá minha querida!!! Quanto tempo né! Saudade de tu, a vida nos leva por uma caminho e quando agente olha pra trás... Vim pra dizer que estou voltando, aos poucos... Mas estou voltando... Beijo!!!!

chica disse...

O que dizer? LINDO e inspiradíssimo !

E além do mais, cheio de verdades! beijos,tudo de bom,chica

A.S. disse...

Silene,

Não há amores impossiveis!
Tão pouco deixariam de haver poetas. Apenas as palavras do poema seriam mais dispersas!


Beijos meus,
AL

Viviane Moraes disse...

É verdade ...


Bjs *-*
Fica com Deus querida.

Mari Amorim disse...

Sil,
Obrigada pelo carinho,excelente feriadão!
Boas energias,paz,saúde,luz!
um abraço
Mari

Jorge Pimenta disse...

"se todo o amor fosse possível... não existiriam poetas"

se todos os homens fossem poetas, não haveria lucidez :)

belo texto, querida amiga, bem secundado por uma imagem que balança viva diante dos olhares daqueles que sabem procurar.
um beijinho!

Franck disse...

Depois da chuva tudo ou nada pode acontecer... mas que aconteça o melhor!
Vc já foi no blog ver a capa do nosso 'Fogo-Fátuo'? Bjs*

Lis disse...

Oi Silene
E o amor é sempre possível .
Quanta violência seria evitada se o Amor se revelasse em mais corações!
grande abraço
bons dias de carnaval

Dani Gomes disse...

Olá,

Cheguei ao seu blog através da Zil Mar.

Gostei! Passarei por aqui mais vezes...

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Sonhadora disse...

Minha querida

O amor, sempre o amor a grande inspiração dos poetas.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Daniel disse...

Escreves com a alma e com a graça de um pássaro minha amiga. É revigorante vir aqui e mitigar um pouco as dores que a vida nos oferece. Obrigado por toda sua passagem em meu blog, ele realmente aplaude quando vê um desenho de suas letras perpassados sob ele. Beijos carinhosos.

Dan

Solange disse...

voltando pra visitar-te..
encontro esse belo poema..

bjs.Sol

Jasanf Araujo disse...

Lindo seu poema. Parabens!!

F@bio Roch@ disse...

Olá amiga,

Belíssimas linhas!!

Presente:

"COMO ALCANÇAR A FELICIDADE

Para começarmos, podemos dividir todo tipo de felicidade e sofrimento em duas categorias principais: mental e física. Das duas, é a mente que exerce a maior influência em muitos de nós. A menos que estejamos gravemente doentes, ou privados de nossas necessidades básicas, a condição física representa um papel secundário na vida. Se o corpo está satisfeito, praticamente o ignoramos. A mente, entretanto, registra cada evento, por mais pequeno que seja. Por isso, deveríamos devotar nossos mais sérios esforços à produção da paz mental. A partir de minha própria limitada experiência, descobri que o mais alto grau de tranqüilidade interior vem do desenvolvimento do amor e da compaixão. Quanto mais nos ocuparmos com a felicidade alheia, maior se tornará nossa sensação de bem-estar. O cultivo de sentimentos amorosos, calorosos e próximos para com os outros automaticamente descansa a mente. Isto ajuda a remover quaisquer temores ou inseguranças que possamos ter e, nos dá força para enfrentarmos quaisquer obstáculos que encontramos. É a principal fonte de sucesso na vida. Enquanto vivemos neste mundo estamos destinados a encontrar problemas. Se, nessas ocasiões, perdemos a esperança e nos desencorajamos, diminuímos nossa habilidade de encarar as dificuldades. Se, por outro lado, nos lembramos que não se trata apenas de nós, mas, que todos têm de passar por sofrimento, esta perspectiva mais realista aumentará nossa capacidade e determinação para sobrepujarmos os problemas. Na verdade, com essa atitude, cada novo obstáculo pode ser encarado como sendo mais uma valiosa oportunidade de aprimorar nossa mente! Desse modo, podemos gradualmente nos esforçar para nos tornarmos mais compassivos, ou seja, podemos desenvolver tanto a genuína empatia pelo sofrimento dos outros, quanto a vontade de ajudar a remover sua dor. Como resultado, crescerão nossas próprias serenidade e força interior."

(Dalai Lama)

Bjs e saudades!!!!

Fulvio Ribeiro disse...

olá...

muito bacana, gosto de vir aqui.

Grande Abraço.

MOISÉS POETA disse...

e é por isso que os poetas olham da terra para o ceú , e do céu para a terra...

muitos beijos pra vc!

Reflexos de MiM disse...

Como eu te entendo...no amor tudo parace ser dificil, mas no amor tudo é possível...sei lá eu...

Beijos

Mariana disse...

A chuva inspira.
o amor existe antes, durante e após achuva.
Lindo feriado.

Flor da Vida disse...

Amada, existir o amor existe, só que infelismente nem sempre podemos vive-lo completamente...
Seu poema é belo, profundo, e muito reflexivo!
Deixo carinhos meus pra ti, viu?
Bjsss

Sou toda alegria...sou poesia! disse...

Estou te seguindo...lindo seu blog e seus poemas.
Adorei...bj

Evelyn

http://soutodaalegria.blogspot.com/