sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Um estranho na madrugada

Não fosse... o medo e a solidão
Que assola meu ser
Eu diria mais sobre o que sinto... do que desejo
Mesmo que você não pudesse me alcançar agora
Mas.. saberia um pouco mais de mim
E se não fosse interessante para você
Eu... ao menos teria revelado
Do que habita meu coração
Do que aflige minha alma
Do que necessita o meu corpo
E quem sabe... eu acordaria desse sonho ruim
E mesmo que não fosse possível esquecer
Eu pudesse enfim... virar essa página!

20 comentários:

poesias maria do carmo disse...

oi Sil querida,tudo bem? que lindo hem,vc vai a página sim ,é só acreditar,bom fim de semana garota,bjos.

Jorge Pimenta disse...

especialmente subtil a diferença que marcas entre os territórios do que se sente e do que se deseja...
um beijinho, sil querida!

Moreira disse...

Virar a pagina nem mais ;)

Gostei

Franck disse...

Tudo depende de nós, querida Sil, virarmos as páginas, lermos outro livro, escolhermos nossos personagens...

Atreyu disse...

A gente sempre tem força, basta a gente achar ela e mudar as coisas pra melhor

Vanessa disse...

Tem páginas que merecem ser arrancadas pra que se viva uma linda e nova história. Já viu quantos contos encantadores esperando pra serem contados por alguém como tu?

Bjos

Geraldo "Poeta louco" disse...

Enquanto houverem páginas à serem viradas, haverá sempre, uma história a ser contada...
Vire a página mas, continue contando, essas lindas e bem traçadas histórias... Precisamos disso.
Tô triste não!!!
Só um pouco cansado e sem tempo.
Obrigado, Ótimo final de semana e...
Beijos!!!

VEREDAS, por Marluce disse...

Sil,

Dona das encantadoras palavras e de uma sensibilidade aflorada...



O medo intimida até o virar a página...


Um abraço, sempre aqui,Marluce

Paulo Zerbato disse...

Venho agradecer sua visita e seu simpático comentário em meu blog....e encontro seus encantadores poemas Silene! É inspirador ler seus posts!
Obrigado,
Beijos,
Paulo

Pelos caminhos da vida. disse...

As coisas dependem de como levamos...

Bom fim de semana.

beijooo.

ElectronLeo disse...

Linda Postagem! Ja tem mais um leitor arduo!
Abraços

JB disse...

O desejo serve o sentir, quando o primeiro se sobrepõe ao segundo então o sentir vive na estranheza e sonha com o desejo...

Belo sentir o seu poema!

Beijinho

Fernanda Silvério *-* disse...

Sim é só acreditar ' que você vai *-*
Pois só quem sonha, consegue alcançar;
muito lindo , espero e acredito que você possa encontrar a página (L

BEIJOS ' tem uma nova post ' ;*
lá no meu blog espero que goste ' :)
http://fersilverio.blogspot.com/

Andre Mansim disse...

A solidão assola nossas almas sim... O medo de ficar só é terrivel, mas a gente vai lutando contra, sempre! Otimo post mais uma vez!


Atualizei o blog, passa lá!

Palavrácido disse...

Cada dia que passa, fico mais orgulhoso de você, de suas palavras sinceras, do toque de carinho que você lança sobre seus leitores. Não pense que não li também o post abaixo deste, li sim, e pelo mesma intensidade, venho comentar neste, que achei mais viável. Cara Sil, você desperta sentimentos escondidos, os traz a tona, e quando diz...
"Mesmo que você não pudesse me alcançar agora"

Quem não lhe pode alcançar minha doce querida? com estas palavras tracejadas, você mostra o caminho para todos os seus leitores, cada vez mais...cada dia mais, lhe admiro, só que cada dia, com um ponto de intensidade maior.

Beijos

Atenciosamente seu,

Dan

Eric Felipe disse...

Mesmo que você não saiba como se entregar ou tenha medo de se descrever, não importa: a minha ousadia de te desvendar nunca cessará!

As únicas páginas que eu tenho plena convicção de que não valem a pena ser viradas são as suas, minha querida Sil. Esplêndida!

Um grande abraço.
Tenha um ótimo final de semana, muito iluminado e cheio de paz.

Eduardo Medeiros disse...

OI Sil, beleza? Lindo poema! Virar a página nem sempre é fácil.

beijos

ઇઉ Pensamentos de Tata ઇઉ disse...

É sempre bom dizer o que esta sentindo ,pois talvez amanhã seja tarde demais.Bjs

Malu disse...

Bom dia , amiga queridaaaa !!!


Saudades ... :)


E que o Domingo venha com novas páginas em branco ,e que as mesmas possam ser preenchidas com alegrias ...


BjO Imensoooooooooo ....

Palavrácido disse...

É extremamente bom ler sua linha. A forma que você constrói o comentário. É devassador o que faz com os sentimentos. Você os enxuga e os guarda. E eles, atentos a quererem pular para fora. Você os incomoda, porque não os deixa quieto. Isso é bom. É ótimo ler sua leitura, sentir o cheiro que daqui exala. Fico feliz por ter tido o prazer de sua nobilissima visita. Adoro você, muito nobre amiga Sil.

Atenciosamente seu,

Dan