domingo, 19 de junho de 2011

Não existe "nós dois"...

Se nunca estivemos juntos
Não existe distancia entre nós
Só estamos separados daquilo que já esteve perto um dia
Então...
Nada nos separa...
Porque ainda nem existimos um para o outro
Mesmo que o meu coração
Te reconheça como um "amor" já existente
E que meu corpo te perceba...
Dentro de mim latente...
E "vivo" na minha mente

42 comentários:

Andre Mansim disse...

Eita que amor não correspondido é ruim heim... A receita para isso é encontrar outro amor que lhe dê valor!

Tenha uma semana abençoada minha amiga!

Elen Abreu disse...

Oi querida amiga :)Boa dia!
Esse amor que sentimentos sozinha aperta tanto...as vezes dá uma vontade de gritar ao mundo,mas temos medo e é por causa desse medo que as vezes deixamos de viver coisas maravilhosas.
Lindo poema flor
Tenha um semana linda!
Beijos

O Árabe disse...

... e, na verdade, existe tudo que mora em nosso verdadeiro Eu. :) Belo texto, boa semana!

Smareis disse...

Lindo poema bem profundo com muita sensibilidade e muito sentido.Mui lindo!Desejo um ótimo começo de semana cheio de coisas maravilhosa pra você. Um Beijo!

Carina Rocha disse...

Bem, nunca me senti tão enquadrada num poema de outra pessoa e em determinadas palavras... descreveste-me a alma... é o que passo... e adorei o que escreveste...

Jão disse...

Esse deve ser o mais difícil do sentir. Quando temos a certeza dentro de nós e ela permanece aqui, dentro de nós.


Beijos!

Diego Marques disse...

Sil vc tirou minhas palavras com este oema tão lindo!

Kafé Universitário disse...

olá minha querida Sil...

Saudades daqui! Desculpe a ausencia mas a faculdade anda sugando meu tempo...

Vim gradecer seu carinho e apoio, realmente anda acontecendo algumas coisas, aguarde a próxima postagem.

Saudades

Mas sobre o seu encanto nada pior que a ausencia de algo que nunca tivemos de fato não é verdade!

Beijos

Patrícia

Pedro Menuchelli disse...

Sil, boa noite.

Você não sabe o quão maravilhoso foi ler, de imediato, seu comentário lá no meu espaço. Acabo nem tendo palavras para descrever tamanha felicidade que tenho por saber que, mesmo distante, posso contar com você e que seu coração pulsa da mesma forma que o meu, podendo assim me entender com uma clareza incrível.

Um dos meus maiores estímulos no blog é você. Desde quando comecei, levo suas palavras e seus versos comigos, como não é diferente agora. O amor é um sentimento que floresce em duas pessoas, as torna tão bobas e ao mesmo tempo as deixa em uma estação que apenas as duas conseguem entender. Em outros casos, o amor se torna algo tão forte que une dois corações a modo que eles se tornem um. E um sentimento tão lindo e tao formoso como esse não poderia ser mais perfeito quando relacionado à suas palavras que são capazes de me deixar apaixonado por tudo que escreve, com o coração. Alguns usam papel e caneta (na nossa esfera, o teclado) para escrever. Outros usam o coração. O segundo tipo corresponde à 1% das pessoas que escrevem. E você está incluida nesse meio.

Tenho muito orgulho em te seguir.

Um grande beijo, ótima semana, uma ótima noite. Com carinho,

Pedro

Pedro Menuchelli disse...

No jogo da vida Sil, todos nós somos aprendizes, contudo, ao longo desse imenso jogo vamos conseguindo e "achando" algumas pessoas que o tornam mais fácil de se jogar. Eu tenho total liberdade pra dizer que sou muito sortudo por ter a prazerosa presença sua, mesmo que seja através das palavras em minha vida, porque tudo o que vem de você se torna um aprendizado e um conhecimento capaz de me levar a uma ideologia que me ajuda a vencer tudo de ruim que aparece durante a caminhada.

Fico muito feliz por suas palavras, espero que não suma mais!

Fica um pouco de mim aqui, enquanto levo um pouco de ti. Um grande beijo. Com carinho

Pedro Menuchelli disse...

Deste modo Sil, a primeira coisa que venho a desejar é que você fique bem, pois na vida aprendi que quando a gente gosta muito de alguém, queremos ver essa pessoa bem, mesmo que ela esteja longe de nós. E a distancia fisica não separa a minha ideia de querer te ver bem para assim poder sempre aprender ainda mais com você.

Fico muito feliz em poder te ajudar. Espero que melhore logo. Beijão Sil! =)

Pedro Menuchelli disse...

E com certeza, deixo-lhe outro beijo de boa noite e meus sinceros desejos que você melhore logo. Se cuida Sil

Gosto muito de ti!

Beijos

Abraão Vitoriano disse...

poesia é isso:
diálogo de amor na medida suave
e com verdade de dentro

um beijo,
do menino
aqui encantado

fique com Deus!

e continuemos...

Viviane Moraes disse...

Sil, nossa que saudade ...
Esse amor nos prende tanto, que as vezes nos sufoca e nem percebemos tamanha dor. O jeito é amar mais e sofrer assim a vida nos leva *-*

Beijos&Fica com deus.

Natalia Campos disse...

Tão simples e belo! A-m-e-i! Lindas palavras. Escreves muito bem. Beijos e um dia encantado para você. Au revoir.

Laura Brandão disse...

Amor não correspondido é ruim demais!

Nada que um outro amor não cure! ^^

Abraços e tenha um ótimo final de semana!!!!

Guará Matos disse...

Oi, tudo bem com você?
Como eu havia dito antes, estou afastado do Blogosfera por vários motivos, inclusive por conta do site “ABORDAGENS & IMPRESSÕES”/ http://abordagenseimpressoes.com/ que eu acabo de criar e publicar na Internet.
Gostaria de contar também com você por lá, acompanhe-o e também interaja comigo por lá.
Como todos nós sabemos, site tem uma dinâmica diferente do blog, é mais consultivo e informativo. É de maior abrangência, já que se pode explorar muito mais. O blog é mais direto e normalmente de temática única.
Me visite por lá e me siga. Vou gostar e ficar extremamente feliz e agradecido por mais esse voto de confiança.

Beijos.

Jorge Pimenta disse...

querida amiga,
ai, que saudades dessa veia sensível que nos projecta para as sensações da corrente sanguínea que, em cascata, aquecem a pele! mesmo que sem escala definida, creio bem que a noção de proximidade só se obtem após conhecimento rigoroso da distância.
um beijinho!

Analista disse...

Passando para desejar-lhe um ótimo final de semana e agradecer os comentários lá no blog.

Bjos!

Nathacha disse...

Nossa... Adorei!

Sua mais nova seguidora^^

Beijoss


se puder passa por lá

www.medicinepractises.blogspot.com


Ficarei grata :)


Doces beijoos!


Nathacha

Nilson Barcelli disse...

No amor, a distância é irrelevante...
Gostei do teu poema.
Querida amiga Silene, bom resto de sábado e bom domingo.
Beijo.

✿ chica disse...

Que pena isso,não? Lindo poema! beijos,tudo de bom,chica

Rosi Alves... disse...

Amei mais que amor...linda noite vou seguir-te para não me perder.beijosss
http://gotaspoesiarosialves.blogspot.com/

Sil Villas-Boas disse...

Oi Sil

Que bom receber tua visita lá no meu Blog Jardim. Senti saudades de você.
Adorei seu poema e até o compartilhei lá no meu Facebook. Voltarei mais vezes aqui. Bjusss e boma semana pra vc.
Sil

O Árabe disse...

Boa semana, Silene! :) Aguardo o novo post.

Lua Nova disse...

Vc já ouviu "Quem é vc?" gravada pela Simone?

Quem é vc?

Quem será que me chega na toca da noite.
Vem nos braços de um sonho que eu não desvendei.
Eu conheço o teu beijo, mas não vejo teu rosto.
Quem será que eu amo e ainda não encontrei...
Que sorriso aberto
Ou olhar tão profundo
Que disfarce será que usa pro resto do mundo
Onde será que você mora, em que língua me chama
Em que cena da vida haverá de comigo cruzar
Que saudade é essa do amor que eu não tive
Porque é que te sinto se nunca te vi
Será que são lembranças de um tempo esquecido
Ou serão previsões de te ver por aqui
Então vem
Me desvenda esse amor que me faz renascer
Faz do sonho algo lindo
Que me faça viver
E se fiz com os céus algum trato
Esclarece esse fato e me faz compreender
Esse beijo esse abraço na imaginação
E descobre o que guardo pra ti no meu coração
Mas deixe eu sonhar, deixa eu te ver
Vem e me diz quem é você
Mas deixa eu sonhar, deixa eu te ver
Vem e me diz quem é você


Acho essa letra sensacional. Um dia, a gente encontra esse amor... encontra sim!
Saudades de vc.
Beijokas.

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando hoje apenas para agradecer as palavras de carinho...estou voltando um pouco melhor.

Beijinhos
Rosa

Marcos de Sousa disse...

E só uma coisa nos livros desdes amores doídos, o amor por nós mesmos.

Beijos

Runa disse...

Talvez essa seja a pior de todas as distâncias; a ausência de algo que é querido e parece intransponível...
Belo poema.

Abraço

Runa

Laura Brandão disse...

Sil, te indiquei ao Desafio Literário.
Segue o link:
http://migre.me/59MR9
Abraços e tenha um Ótimo final de semana!
BeijOs' =*

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

ઇઉ Nárgela Bueno ઇઉ disse...

amore tem agradinho para vc lá no blog ,por indicação

bjks

Diego Marques disse...

Sil kd vc? sinto sua falta aki!!!!

Está acontecendo algo?

abços do sempre amigo

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde
Lindo poema, muito sentindo e profundo, escrito pelo sentimento do coração.
Seria bom que não precisamos sentir a dor de sentir e do não sentir, mas sem a dor, como vamos conhecer o sentimento de sentir e vivenciar o Amor.
Tenha um lindo final de semana
Abraço amigo
Maria Alice

MOISÉS POETA disse...

Parece uma saudade , daquilo que nunca vimos...

Sensivel !

Um beijo!

sonho disse...

Amor não correspondido faz doer a alma...
Beijo d'anjo

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola amiga
Estou na final da ostra poesia, me desculpe por vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
No final da pagina das poesias esta escrito
VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
Desde já lhe agradeço de coração.
Tudo do melhor para você.
Abraço amigo
Maria Alice

J. R. disse...

Olá Sil!Quanto tempo...Estou de volta!Infelizmente hackearam o Sin Parangón, nunca mais pude acessá-lo, fique triste, mas, aos poucos, estou retomando as palavras. Te espero no meu novo espaço...Saudades daqui!

Bjo

Daniel disse...

Senti sua falta, perdoe minha ausência, estava de férias. Da faculdade e de mim mesmo. Havia cansado de uma vida tão corrida e então resolvi dar férias para meus leitores também hehe. Mas o que trago hoje aqui são meus sinceros elogios, e minha eterna consideração por você, que mesmo com o passar do tempo parece sumir, ainda resta e muita, porque é eterna e se multiplica. Sempre que entro no meu blog, pode ter certeza que a primeira pessoa que faço questão de ler é você nobre princesa defensora de um mundo de paz e amor. Estou assistindo mais filmes e lendo alguns livros. E você? me fale de você, sempre.
Um beijo terno e cheio de carinho,
porque a eternidade, é só um lugar de luz, onde todos se encontrarão.

Dan

Carlos Leite disse...

Amores... o que podemos dizer? amores...
Isso diz tudo.
Lembrem-se sempre que quando uma oportunidade se fecha outra se abre.
Gostei do poema :)


Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

poesias maria do carmo disse...

oi Sil,saudades de vc minha linda,tudo bem? como sempre escrevendo poemas lindos,bjos.

Nina Pilar disse...

Amigos um belo dia do amigo pra vcs... na musica do milton nascimento e fernando brant a belíssima _Canção da América_, nada pode representar melhor um amigo e a sua importância...

Canção da América

Amigo é coisa pra se guardar
Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração,
assim falava a canção que na América ouvi,
mas quem cantava chorou ao ver o seu amigo partir,
mas quem ficou, no pensamento voou,
com seu canto que o outro lembrou
E quem voou no pensamento ficou,
com a lembrança que o outro cantou.
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito,
mesmo que o tempo e a distância, digam não,
mesmo esquecendo a canção.
O que importa é ouvir a voz que vem do coração.
Pois, seja o que vier,
venha o que vier
Qualquer dia amigo eu volto a te encontrar
Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar.

depois disso é esperar que nossos corações emocionem-se com nossas amizades como emocionamo-nos qdo ouvimos esta declaração de amor, tão maravilhosamente interpretada na voz do meu querido milton nascimento.

e esperar que cada um de nós escute o que fala o nosso coração...ate pq tudo que eu queria dizer eles já falaram, faço minha a voz deste gigante da nossa musica.

beijinhos queridos um belo dia do amigo todos...