quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Rosas em pensamentos




Coração de mulher
Sonho de menina
Brincadeira de Roda
Girou a Vida


Fim de tarde
Brisa que anuncia
O calor da Primavera
Inverno que se derretia


Sente
A breve alegria
A eterna saudade
Do tempo passado
Ontem dizia
O futuro que lhe afligia


Abre as janelas
Deixa entrar
Estação das flores
Aromas e sabores


Hoje mulher feita
Tens agora...
Coração de menina
Aguarda pela Primavera
Dizendo que a estima


Sonha com lírios
Pétalas e amores
Tens um mundo feito de rosas
E um jardim em flores
Cultiva  a si mesma
Transformando as dores

Amanhã
Mulher... coração de menina
Soprará ao vento
Fim do lamento
Vem surgindo nova vida
De encantamento...

17 comentários:

Silene Neves disse...

Essa Primavera marca para mim um novo tempo em minha vida!

Agradeço a todos que me visitam, alimentado meu coração... mantendo esse blog vivo como um jardim!

Todos os comentários deixados aqui são como flores que se abrem e perfumam minha vida... meus dias!

Estou aprendendo a ser mais leve com a doçura das amizades colhidas aqui.

Minha intensidade e meu exagero estão deixando de ser depressivos e tristes... a as palavras estão surgindo mais belas e suaves!

Isso é efeito de uma riqueza maravilhosa chamada "AMIZADE"!

Desejo que a primavera seja longa para todos nós... e que não sendo, que o inverno seja breve e não esfrie nossos corações.

Beijos de Rosas!
A todos vocês!
Amigos Queridos!

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema marcando a entrada da mais linda e graciosa estação a Primavera.

Obrigada Silene por estar comigo Pelos Caminhos da Vida.

Bom fim de semana pra vc.

beijooo.

Franck disse...

Ah, Sil, tão cansado e numa correria terrivel, ossos do ofício! Mas não poderia deixar de lê-la nesta manhã rípica de setembro por aqui: céu blues, vento e sol...
Um bom dia! Bjs*

Malu disse...

Sil , amiga amada

Lindo como tudo que escreves ...

Que seu coração seja eternamente
de menina e que tudo te seja leve ...

BjO ImensoOOOOoooO ...........

H.Brayan disse...

"Abre as janelas
Deixa entrar
Estação das flores
Aromas e sabores"

abre a janela ..abre a porta... abre os olhos ... abre tudo. rsrsrs

Rosa...
seu poema está tão lindo , tão fresco quanto as gotículas de orvalho nas flores que findarão esta estação...

que estas flores adornem nossa vida com cores nunca vistas...
bjo grande.

T.A.

so sad disse...

mulher com o coração de menina, isso faz um estrago!
rs
beijo!

Vozes de Minha Alma disse...

MULHER MARAVILHOSA, QUE VEM COM A PRIMAVERA, PERFUMADA, AGRACIADA, ADORNADA COM AMOR.
MUITO ENCANTADOR TEU POEMA, E DE UMA TERNURA SUBLIME.
DEIXO A TI MEU ABRAÇO, E UM BEIJO EM TEU CORAÇÃO.

Kéfhane disse...

Olha só eu aqui de novo para dizer de novo belo texto!

Beijos

poesias maria do carmo disse...

olá sil,tudo bem?olha ,que maravilha este seu cantinho,adorei,vc também escreve nuito bem,obrigada por me visitar e por todo seu carinho,bjos.

Malu disse...

Oi , Sil !

Também vim deixar Bjo e
desejar uma noite cheia de Paz e Poesias ...

Andre Mansim disse...

Se realmente conseguir ser mulher com coração de menina com certeza será feliz. Pois a felicidade é mais latente em quem não perdeu os sonhos e o brilho nos olhos de quando era criança!
Paraebens mais uma vez!!

Atualizei o blog, depois passa lá.

Uni ver sos disse...

Que coisa gostosa mergulhar nesse mundo de rosas!!

Que a primavera continue sorrindo e abraçando-a docemente, fazendo seus dias iluminados e cheio de frescor!

Beijos de flores poéticas! Ester

* Estou dando um tempo do blog, por conta dos últimos acontecimentos, mas não demorarei, assim que abaixar a poeira, voltarei! ;)

Palavrácido disse...

Realmente, tenho muita sorte
em ter uma amiga como você.
Suas palavras no post dedicado a mim
me emocionaram. Agradeço o enorme carinho e espero, que eu possa fazer muito mais por você, com palavras, afeto e beijos, beijos e beijos.
Te adoro, continue sempre assim, encantando as pessoas, que caminham por aqui.

Dan

Danny disse...

Sil que lindo...
que nos venha a primavera...

Palavrácido disse...

Suas palavras engrandecem seus leitores, magnânima amiga:

"Não condeno meu coração
Sentimentos são sentenças
Indícios de uma paixão

Doce ausência
Ácida sensação"

A ácida sensação,
consequência de serenas ausências
são pressupostos
para saudades.
Mas tão somente,
a ausência significa km,
a não ser quando transformada
pela morte. Os km podem ser resolvidos, se não hoje,
quem sabe amanhã.

Os dias são belos, não são? são grandiloquentes.

Grandes escritos, me fazem refletir, gosto de te ler.

beijos agradáveis, doces, e levemente amargo.

Dan

Jorge Pimenta disse...

olá, silene,
sou o marinheiro da nau parada no cais da memória desde há quase um ano - circum-viagem. com ela empreendi a mais louca e enriquecedora viagem, mas, porque todas têm um fim (até para se tornarem inesquecíveis e eternas) acabou, assim, abandonada pelo corpo (que não pela memória) no porto da saudade. presentemente viajo em luz e sombra (http://viagensdeluzesombra.blogspot.com). também aí há, como aqui, rosas e ideias :)
um beijinho!
foi absolutamente arrepiante voltar a sentir gente a bordo daquela nau... obrigado!

Dario Dariurtz disse...

Estamos na primavera e tudo parece mais leve, tudo me encanta, a leveza tomou conta do meu coração,.Adorei a poesia. A cada dia que passa recebo um presente da vida, a cada blog que leio, uma novo caminho, uma nova sutileza. Brigado por existir e ter cruzado meu caminho. Beijo, tudo de bom pra nós.